sábado, 15 de fevereiro de 2014

Briana não é psicóloga mas ajuda (1)


Hoje é a primeira vez que esta rubrica vai aparecer.. Tive uma pessoa a pedir os meus conselhos ^^..
então o caso foi o seguinte:
"Há 4 anos atrás conheci um rapaz L, começamos a namorar e entretanto, passados alguns meses conheci outro rapaz, o J. (já deves estar a imaginar no que isto vai dar). Estabeleci uma amizade com o J e confesso, se não tivesse namorado na altura que era capaz de ter arriscado mais porque eu o achava giro e tal. Coisas de mulheres, tu percebes. Descobri mais tarde que o J gostava de mim e eu de certo não sentia indiferença por ele… Entretanto as coisas entre mim e o L foram-se complicando, discussões até que acabamos e não falamos durante um verão inteiro. Foi uma das coisas mais dolorosas que já tive de suportar. De vez em quando, nesse tempo, estava com o J mas não acontecia nada grande. Eu pensava nele e distraia me com ele. Até que eu e o L, depois de mais um ano, voltamos e estávamos muito bem. Mas na minha cabeça, havia sempre o J presente. Sempre tive uma grande tentação por ele e ainda hoje acho que nunca tivemos o nosso tempo. Até que no final do verão passado, eu e o L, afastamo-nos por não andarmos muito bem e eu fui ter com o J. Sim, pequei… Sim, houveram beijos e sim eu gostei! Para mal dos meus pecados. Senti-me mal depois, porque eu gosto do J mas amava o L. Contei ao L o que se passou, não contei com quem nem que tinha gostado. Depois afastei-me do J. E acontece que voltei a estar com ele á bastante pouco tempo. A minha vida dá voltas e voltas e eu, de uma maneira ou outra, volto a ir ter com ele. Confesso que tinha medo de assumir que sinto algo mais pelo J, que tinha medo de arriscar porque somos muito diferentes e tinha medo de perder o L. Até que desta última vez, senti-me á vontade, bem e super feliz, sem medo sem arrependimentos. E pela primeira vez, senti que o queria mesmo. Ele faz-me bem, faz me crescer, faz me ver as coisas de outro modo, faz-me sentir viva, faz-me querer viver e aproveitar a vida. Então, ganhei coragem e acabei com o L. Teve de ser á minha maneira, consegui arranjar modo de ele não ir embora, de continuar-mos amigos (porque se eu acabasse com ele, ele deixava de me falar e isso eu não suporto, gosto muito dele mesmo, não é o suficiente para continuar a namorar com ele porque a minha cabeça está noutra pessoas mas é demais para perder um amigo e eu sei que ele ainda precisa de mim). Não tenciono ir namorar com o J, nem sequer imagino isso, só ficar “juntos” se ele estiver nessa onda. Não sei se tomei a decisão certa… Nem sei o que vai acontecer. Se fui só uma diversão para o J e se vamos estar os habituais meses sem falar…. Se vou voltar para o L porque vejo o sofrimento dele ou se vou voltar porque tenho um medo terrível do que possa acontecer. Por favor, diz-me a tua opinião sincera… estou meio que perdida…."

Meu conselho: 
Eu revejo-me em alguns pormenores no teu problema. À uns tempos também namorava com o T  e depois apaixonei-me com o N.. Mas eu como não estava bem com o L por não me dar atenção, não me apoiar e não me sentir bem com aquela situação e o N dar-me uma perspetiva completamente diferente do que é um namoro à serio e me sentir apoiada acabei com o L e fiquei com o N.
A partir do momento que não te estavas a sentir bem com o L  e não gostavas dele o suficiente para namorar acho que tomaste a atitude certa em acabar com ele e manter a amizade.. Sim na minha perspetiva foi o correto. 
Em relação ao J tens que pensar bem o que sentes.. E tu já sabes que sentes mais do que amizade.. agora não excluas já a ideia de não namorar com ele.. quem sabe se o futuro não diz que ele é o certo para ti? Mas até saberes bem o que tu és para ele não te precipites (no meu caso eu perguntei diretamente por mensagem)
Agora não voltes para o L  nem para ninguém só por ele estar a sofrer ou só porque tens medo do que vai acontecer.. Só voltes para alguém quando gostares dela, quando sentires que é isso que queres e fiques bem com essa decisão.. quando não tiveres outra na tua cabeça e que só consigas pensar no L. 
Não estou a dizer que precisas de amar logo, mas sentir algo muito especial, mais do que amizade.. e não por pena do sofrimento nem por medo do futuro.. 

Espero que tenha ajudado.. Podes mandar mail sempre que quiseres.. Se não entenderes alguma coisa que eu tenha dito pergunta :)

E o que acharam?

P.S. ao lado está uma imagem com hiperligação de como fazer para deixar os vossos pedidos de opinião :)

7 comentários:

  1. Gostei de ler :)

    Love,Jenna
    http://veatravesdemim.blogspot.pt/
    veatravesdemim@hotmail.com

    ResponderEliminar
  2. Acho esta tua rúbrica uma ajuda fabulosa. :)

    ResponderEliminar
  3. Adoro o nome da rubrica mesmo xD
    Acho que trataste bem do assunto.
    R: Se soubesse quem eram ao certo ahaha

    ResponderEliminar
  4. Concordo com o teu conselho.
    Temos psicóloga.

    ResponderEliminar

Olá =) obrigado por me visitarem :)
Desculpem mas não irei responder a todos os comentários.. Mas quando responder será no blog da pessoa e no meu próprio blog..

Kiss*