quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Ainda gostava de saber o que aquela inteligência rara quer fazer



Tenho uma família de dois é o que é.. Na altura que a minha avó faleceu teve-se que tratar de alguns papeis, não era já para fazer partilhas mas é para outro procedimento qualquer e todos os filhos tinham de dar fotocopia de documentos e etc.. Tive um tio que não quis dar nada porque tinha medo que houvesse dívidas. 

Esta semana (passado 2 anos) este caramelo veio a Portugal e foi colocar em tribunal não sei o que para se fazer as partilhas.. eu tenho o meu avô vivo, isto é o mais estupido.. As partilhas não deviam de ser feitas no fim dos dois mortos?! 
O mais giro, desconfiamos que isto é tudo comandado por outro tio que está à anos a querer ter os terrenos do meu avô para construção..

E este é um exemplo da especie de tios que eu tenho.. para mim eles não são nada.. vocês e amigos são mais minha familia do que estes caramelos que tenho o azar de partilhar alguns genes. 

7 comentários:

  1. Acho que todas as famílias têm desse tipo de pessoas e é triste

    ResponderEliminar
  2. Nesse tipo de situações há sempre alguém assim...

    ResponderEliminar
  3. Com a morte de um dos país ficam 25% livres, pelo que me foi dito...

    ResponderEliminar
  4. É normal este tipo de situações, mas no que toca á realização das partilhas não é necessário estar o casal morto, e nem sequer algum morto. As partilhas podem ser feitas ainda em vida.

    ResponderEliminar
  5. Também tenho pessoas assim na minha família , é mesmo ridículo ...

    ResponderEliminar
  6. estas coisas dos bens e das partilhas e do raio que os parta é cá uma complicação... -.-

    ResponderEliminar
  7. As partilhas só trazem chatices e despesas...então se puser advogados...ui!!

    ResponderEliminar

Olá =) obrigado por me visitarem :)
Desculpem mas não irei responder a todos os comentários.. Mas quando responder será no blog da pessoa e no meu próprio blog..

Kiss*