terça-feira, 10 de março de 2015

Quanto mais leio sobre violência doméstica mais percebo que sofri dela..



Não me bateram.. Mas palavras podem magoar mais do que um estalo.. 
Foi o meu primeiro namorado a sério, era 2 anos mais velho que eu e eu tinha apenas 16 anos quando comecei com ele. 
Ele fazia chantagem emocional (se me amas fazes isto), mexia na minha lista de contatos (e tirou quase todos os rapazes que tinha lá), fazia sentir-me péssima, mudou a minha maneira de vestir, mudou a minha maneira de ser, tirou-me a autoestima.. 
Dizia que se não gostasse de mim, mais ninguém gostaria, fazia sentir-me mal quando não gostava da roupa que andava, e fazia uma cena em privado quando me via a falar com algum rapaz.. 
A minha vida sexual começou pessimamente, e por causa dele ainda não consigo fazer sexo oral a um homem.. porque? porque a primeira vez foi através de chantagem emocional, sempre o fazia obrigada e marquei isso como coisa má (estou a tentar superar). 
O namoro durou 1 ano e meio, e nos últimos 3 meses ele já estava com outra.. Acabou comigo quando tinha 18 e só aos 21 comecei a criar a minha autoestima novamente. Só aos 21 consegui superar isso, só aos 21 comecei a gostar de mim novamente, só aos 21 percebi que podia ser feliz sozinha, só aos 21 consegui ser plenamente feliz.. 
E isto afetou os meus relacionamentos seguintes, mas não quero que afete os próximos.. Agora estou mais forte, sei quem sou, sei o que quero.. E mais ninguém me irá fazer isso.. 




7 comentários:

  1. ohhh! é bem verdade que sofreste, porque a agressão não é apenas fisíca... espero que consigas ultrapassar totalmente esse momento feio, mas que certamente te fez uma menina Mulher mais forte! corajosa por falares disto abertamente :)

    ResponderEliminar
  2. Que horror, não deve ter sido nada fácil... Mas o que interessa é que superaste e isso, por pior que tenha sido, fez-te crescer e tornou-te mais forte :)

    *Beijinhos*
    Caty<3
    http://myfairytale4.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Revi-me tanto mas tanto neste post... Passou-se algo semelhante comigo e graças a isso hoje tenho vaginismo. As pessoas ouvem falar em violência doméstica e acham que isso só o é se nos baterem mas é mentira, violência doméstica tem três tipos: a física, a psicológica e a sexual!

    ResponderEliminar
  4. Credo :/ Há homens que não merecem mesmo o que têm entre as pernas! Aos 16 anos também tive um namorado que era do gênero, mas levou o tratamento que ele merecia. De qualquer das formas, não deixou que mais nenhum rapaz se aproximasse de mim na escola, mesmo andando com outras. Não lhe serviu de muito porque arranjei namorado noutro sitio ahaha

    Vais ver que vais conseguir ultrapassar tudo isto, mas fico sempre muito triste ao ler este tipo de coisas, porque nenhuma mulher devia ser assim tratada quanto mais de forma pior.

    ps: adoro WARRIOR!!

    ResponderEliminar
  5. Isso é das piores vertentes que a violência pode assumir... Não deixes nunca mais alguém fazer-te dar tão pouco valor a ti mesma que te sujeitas ao que não queres pelos outra, vales mais que isso, muito mais :) e vais recuperar cada vez mais forte do que ele te fez passar!

    ResponderEliminar
  6. É uma situação muito complicada que, infelizmente, é incoberta pelo facto de não haver violência física. Ninguém merece sentir-se inferior ou desvalorizada sob o pretexto de amar. Amor não é isso. Não é assim.
    Fico feliz que tenhas recuperado e acredito que nunca mais vás deixar que te façam o que ele fez.

    ResponderEliminar
  7. São este tipo de acontecimentos que te tornam mais forte. Tens mesmo de tentar ver as coisas assim e vais ver que mais tarde ou mais cedo isso vai ser um capítulo completamente encerrado da tua vida!

    ResponderEliminar

Olá =) obrigado por me visitarem :)
Desculpem mas não irei responder a todos os comentários.. Mas quando responder será no blog da pessoa e no meu próprio blog..

Kiss*